Os melhores livros de 2015

Já que a retrospectiva é inevitável, eu escolhi os 10 livros que mais gostei de ler em 2015. Ano passado, a minha lista tinha apenas autores do Espírito Santo – veja a lista aqui –, mas este ano decidi fazer diferente e misturei tudo. Li muitos livros dos mais diversos gêneros e, ao montar esta lista, percebi que a maioria dos livros foi escrito por mulheres e, de fato, 2015 foi o ano em que a literatura produzida por mulheres finalmente entrou em pauta. Acredito que as mulheres sempre escreveram na mesma proporção que os homens, só que eram menos publicadas e quando publicadas menos comentadas. Em 2015, isso começou a mudar e conheci escritoras maravilhosas.

A lista, como sempre, não segue nenhuma ordem de preferência, apenas fui escrevendo de acordo com a minha memória caótica.

Amora-CAPAAmora – Natalia Borges Polesso
Amigas, amantes, filhas, irmãs, avós, Amora é um livro sobre a relação entre as mulheres. Os contos do segundo livro de Natalia Polesso focam nas relações homoafetivas, mas também sobre ser mulher nesse nosso mundo louco. Recomeços, rupturas e aceitação são os temas que permeiam esse livro dedicado a todos os amores e amoras.

43001916Desperdiçando rima – Karina Buhr
Livro de estréia da cantora Karina Buhr. Conhecida pela sua militância, Karina aborda os mais diversos assuntos em Desperdiçando Rima, que mistura poemas, prosa e desenhos. O livro é um retrato da artista multifacetada, uma espécie de quebra-cabeças que será montado de maneiras diferentes por cada leitor.

capa_alem_das_pernasAlém das pernas, – Aline Dias
Um livro manifesto sobre a vida de mulheres, sobre ilusões, medos, amor, tristeza e alegrias. Os contos de Além das pernas, dão voz a mulheres fortes em situações do cotidiano e que decidem por si só os caminhos que devem seguir para continuar sobrevivendo. Esse é o segundo livro da jornalista Alinde Dias e a vírgula depois do título é proposital incitando que há muito mais além das pernas.

CAPA_PONTO_MORTO_finalPintura para primeiros barcos – Alexandre Moraes
O corpo e as noções de perda, de amor e de tempo fazem parte das obras de Alexandre Moraes, tudo isso inundado pela água, elemento sempre presente na sua poesia, seja em estado de chuva, mar ou enchente. Em Pintura para primeiros barcos, seu mais novo livro, esses temas retornam ainda mais fortes.

CAPA_CortesLentosCortes lentos – Isabella Mariano
Tempo, saudade e esperança permeiam o novo livro da poeta Isabella Mariano. Cortes Lentos foi feito em memória de Saulo Ferreira Tavares, que faleceu em fevereiro deste ano e era grande amigo da escritora. Inclusive, a ilustração de capa é de autoria de Saulo.

10996070_1648422205371611_2729699511817891721_oHistórias de amor recolhidas ao acaso – Mara Coradello
Histórias de amor costumam ser o tema preferido dos contistas. Os enredos acabam se assemelhando, mas o que torna as histórias diferentes umas das outras é o estilo e a estrutura que os escritores se utilizam. Mara Coradello é desses contistas que consegue surpreender o leitor com uma simples discussões entre um casal ou com uma história de amor não correspondido.

12208750_1688849531328878_5395819906991260751_nO mundo de cá – Juane Vaillant
Com referências fantásticas, o livro de estréia de Juane é um passeio em um mundo de aventura onde tudo é possível. Flertando com a literatura infanto juvenil, O mundo de cá traz 15 contos escritos de forma criativa e irônica, vale ressaltar também, que nem sempre as histórias têm o final feliz esperado pelo gênero.

downloadDivórcio – Ricardo Lísias
O narrador de Divórcio encontra acidentalmente o diário da esposa, que confessa o ódio que sente pelo marido e outras crueldades. Transtornado com a revelação Ricardo – personagem e autor do livro – enlouquece. Divorcio, terceiro romance do escritor, é sobre o recomeço depois de uma relação extremante desgastante e conturbada. Envolto pela “polêmica” da autoficção, Ricardo narra os capítulos de forma fragmentada com memórias que não obedecem ao tempo cronológico e seguem o fluxo da consciência.

nossos-ossos-capa-reproduc3a7c3a3oNossos ossos – Marcelino Freire
Em Nossos Ossos, primeira experiência de Marcelino Freire com a narrativa longa, romance e mistério se entrelaçam em uma trama sobre a experiência com a morte. O protagonista, Heleno, é o típico artista que vai tentar a vida na cidade grande e depois de muito sofrer e trabalhar consegue o reconhecimento merecido. Mas seu passado volta ao assombrar em forma do cadáver de um antigo amante e ele precisa encarar os esqueletos que guardou no armário.

12106958_1111840492160076_1751158069671192711_nA comédia de Alissia Bloom – Manoel Herzog
Livro finalista na categoria Poesia do Prêmio Jabuti 2015. Os poemas de Herzog foram concebidos de forma diária e imediatamente publicados no facebook, com o retorno direto de seus leitores ele montou a história da sensual Alissia Bloom. Bonita e rica, Alissia perde o marido em um acidente e assim começa a sua aventura erótica em busca de um novo amante.

 

Deixar um comentário